PESQUISA

Direito Bancário

A lei bancária é um conjunto separado de regras de direito. Suas funções incluem a regulamentação das relações públicas relacionadas às atividades do Banco Central (BC) e dos bancos comerciais.

Direito bancário inclui tanto as regras do direitocivil e financeiro. Os regulamentos civis incluem a regulamentação da formação e atividades dos bancos como organizações comerciais, bem como as relações entre as organizações de clientes e de crédito. As normas financeiras legais formam os princípios do sistema de crédito, determinam o status do Banco Central (BC) da Federação Russa, regulam as relações entre o Banco Central e os bancos comerciais.

Qualquer ramo legal pode ser considerado como uma estrutura na lei russa, na ciência jurídica e também como uma disciplina acadêmica.

O significado legal da regulação das relações emEsta área é determinada pela influência política e econômica dos bancos na economia do país em um determinado período de tempo. A regulação das relações, além disso, possui métodos específicos de regulação.

O direito bancário como disciplina é representado por um complexo de conhecimento. Este complexo é desenvolvido pela ciência e é ensinado de acordo com o plano e por um determinado método na instituição de ensino.

O sistema de lei bancária consiste em três níveis principais:

  1. Subsectores (por exemplo, lei da moeda).
  2. Instituições legais como um conjunto de regras legais destinadas a regular as relações inter-relacionadas de um tipo particular (por exemplo, o instituto para assentamentos não monetários).
  3. Normas do direito bancário. Este tipo de norma legal tem todas as suas características. Junto com isso, também existem características distintas. Assim, não apenas o direito bancário pode regular as relações bancárias com suas normas. Existem outras indústrias, cujas normas são utilizadas na regulação das atividades dos bancos. Em particular, eles incluem indústrias financeiras, civis, tributárias, administrativas e outras.

As regras do direito (bancário)caráter formalmente definido, estabelecer os deveres e direitos dos sujeitos em relações bancárias, fixar a sua posição (legal). O cumprimento das normas também é assegurado pela possibilidade de aplicar sanções (cumprimento da lei).

Fontes do direito bancário são uma combinação de formas externas. Eles são oficialmente definidos e contêm normas regulatórias em relações públicas.

Ao sistema de fontes do banco bancário russoos direitos incluem a Constituição da Federação Russa, tratados internacionais da Federação Russa, normas de direito interétnico, decisões do Tribunal Constitucional Russo e legislação bancária.

Este último inclui leis sobre o Banco Central, as atividades dos bancos, a falência (insolvência) de instituições de crédito e outros atos normativos.

As fontes também devem incluiractos normativos nas organizações bancárias. Então, no Banco Central - estas são as disposições, instruções e instruções que são obrigatórias para os órgãos federais no poder do estado, todas as pessoas físicas, legais, corpos no governo autônomo local.

Na Federação Russa, o sistema bancário é representado por uma estrutura,com base em princípios específicos, com normas legais regulamentadas em relações públicas. As relações mútuas, neste caso, são formadas no processo de supervisão e controle dos bancos, a implementação de atividades pelos bancos, bem como na responsabilização (por violação das normas da legislação pertinente).

No processo de funcionamento do sistema acimaentre seus participantes, as relações podem se desenvolver de duas maneiras. No primeiro caso, as relações jurídicas são chamadas verticais. Relacionamentos são estabelecidos entre o Banco Central da Rússia e outros participantes do sistema bancário. No segundo caso, o relacionamento é chamado horizontal. Envolvem a interação entre clientes e organizações de crédito, bem como entre várias instituições de crédito.

  • Avaliação: