PESQUISA

Circunstâncias atenuantes

Circunstâncias que mitigam e agravam a punição são prescritas no Código Penal. Sua importância é ótima. Já que em alguns casos é da sua presença ou ausência que o destino do acusado depende.

Certos fatores podem afetar não apenassentença em um processo criminal. Há também circunstâncias que mitigam a responsabilidade administrativa (as circunstâncias neste caso podem ser agravantes).

Você pode se referir a eles:

- gravidez;

- circunstâncias de vida difíceis;

- Minoria;

- a presença de pressão física ou mental;

- dependência de serviços;

- crianças sob tutela;

- violação dos limites de extrema necessidade, defesa necessária, risco razoável e assim por diante;

- comportamento imoral ou ilegal da vítima;

- contribuindo para a investigação, comparecimento;

- fornecer assistência médica à vítima, levando-o a um centro médico.

Esta lista não é exaustiva. Por este motivo, o tribunal também pode levar em conta quaisquer outras circunstâncias atenuantes. Em geral, em tais circunstâncias, a lei refere-se aos sinais de crime. Isso significa que eles não podem ser re-contabilizados quando impondo punição.

Tais circunstâncias atenuantes como a participação comculpado, bem como prestar primeiros socorros à vítima, na ausência de circunstâncias agravantes, significa que o acusado pode ser condenado por até dois terços da sentença pelo crime cometido do termo.

O descrito não diz respeito a casos em que se trata de pena de morte ou prisão perpétua.

Uma pessoa é reconhecida como tendo cometido um crime pela primeira vezno caso em que, antes deste incidente, ele não cometeu nenhum outro crime. Isso também é levado em conta nos casos em que o prazo de prescrição para o processo criminal expirou, a condenação foi retirada e assim por diante.

O menor, neste caso, admiteuma pessoa que, no momento em que o crime foi cometido, não atingiu a idade de dezoito anos, mas quatorze anos de idade já foi cumprida. Acredita-se geralmente que a psique nessa idade ainda está sendo formada. Isso significa que é difícil para os jovens avaliar adequadamente a situação.

Circunstâncias atenuantes incluem egravidez. Este é um sinal de humanismo no direito penal. É causada pelo cuidado não apenas com a saúde da própria mulher, mas também com a saúde do feto.

Circunstâncias atenuantes incluem ter filhos pequenos. É sobre crianças que não atingiram a idade de catorze anos.

Um crime cometido por um motivocircunstâncias de vida difícil, também é tratado com mais cuidado. Estamos falando de uma situação familiar complexa, doença, moradia precária e condições materiais. Na vida, pode acontecer que o crime seja a única maneira de corrigir a situação: não há nada para alimentar as crianças, não há dinheiro para pagar por um apartamento e assim por diante.

Coerção mental e física tambémsuavizar a culpa. Sob certas circunstâncias, ambos podem ser considerados circunstâncias que excluem a culpa. Isso só é possível quando for possível provar que o acusado não poderia agir de outra forma.

Imoralidade e conduta injustaA vítima também entra em circunstâncias atenuantes. A ilegalidade é uma violação de qualquer norma legal. A essência do comportamento imoral é a violação das regras de etiqueta, grosseria, descumprimento da moralidade.

Sob a aparência de culpado significa voluntárioreconhecimento em um crime perfeito, auxiliando na busca por cúmplices e assim por diante. O comparecimento não é reconhecido como voluntário nos casos em que a busca começou.

  • Avaliação: