PESQUISA

Direito Constitucional da Rússia

A lei constitucional da Rússia é aceitaconsiderar em 3 aspectos: como uma ciência, um ramo do direito e uma disciplina acadêmica. Como ciência, estuda as normas constitucionais que surgem em conexão com suas relações de ação e instituições. Como um ramo do direito - com a ajuda de normas constitucionais regula as relações na sociedade. Também atua como uma disciplina baseada na ciência.

Sujeito e métodos

A lei constitucional da Rússia regula a maioriarelações importantes em todas as esferas da vida pública: na economia, na política, nas esferas social e espiritual. No entanto, as normas estabelecem apenas princípios fundamentais, direitos básicos, deveres e liberdades. A fonte desse direito é a Constituição, na qual os fundamentos constitucionais da Federação Russa estão consolidados - a organização do estado, a organização do poder estatal, as relações entre o Estado e o povo.

Como métodos são usados: permissão, estabelecimento de direitos, proibição, responsabilidade, atribuição de deveres, etc.

Características das normas constitucionais

  • regular apenas o relacionamento mais importante;
  • a única fonte é a Constituição;
  • todos os atos legislativos devem cumpri-los.

Relações jurídico-constitucionais: sujeitos, objetos e conteúdo

Assuntos podem ser atribuídos;

  • Rússia;
  • seu povo;
  • corpos de poder estatal;
  • associações públicas;
  • entidades legais e outros.

Objecto - relações reguladas pelo Direito Constitucional.

O conteúdo das relações jurídicas são os direitos e deveres decorrentes do funcionamento das normas constitucionais.

A Lei Constitucional da Rússia é a principalindústrias existente, constituído de normas legais que regulam as relações e dados relacionados com a necessidade da unidade de toda a sociedade e que consagra as bases constitucionais da Federação Russa e sua estrutura federal, o status de cidadãos, a organização de agências estatais.

Normas constitucionais

A regulação é realizada através de normas queestão fixados na Constituição do país, têm as maiores ações judiciais e diretas. Atos legislativos da Federação Russa (códigos, leis, decretos, etc.) não devem contradizê-los.

Direitos e liberdades constitucionais

Na Constituição, o Capítulo 2, composto por 47 artigos, é dedicado a eles. Eles são todos divididos em grupos em:

  • político;
  • pessoal;
  • econômico;
  • cultural;
  • social.

Os direitos políticos incluem o direito de eleger, de ser eleito, o direito de realizar manifestações e manifestações, de participar na gestão de assuntos a nível nacional, e assim por diante.

Pessoal - o direito à vida, integridade pessoal e liberdade, à proteção judicial, liberdade de expressão, pensamento e consciência, inviolabilidade da vida privada.

Para o social, econômico, cultural - o direito da propriedade privada, ao trabalho, descanso, liberdade de criatividade, educação, liberdade de empreendedorismo, etc.

A Constituição garante a igualdade dos direitos dos cidadãos, independentemente do sexo, raça, religião ou crença, etc.

O grupo ecológico também começa a se formar.

Qualquer cidadão da Federação Russa tem um conjunto de direitos: relacionados a universalmente reconhecidos, que estão consagrados em instrumentos internacionais; e inerente apenas aos cidadãos deste estado. Os direitos dos cidadãos determinam o conteúdo e o significado da legislação, as atividades das autoridades executivas e legislativas.

Os direitos pessoais formam a base de seus direitos legais.status e na maior parte não estão sujeitos a restrições. Eles não devem ser violados por outras pessoas e, caso isso aconteça, a legislação prevê responsabilidade.

A Lei Constitucional da Rússia é o ramo principal,com a ajuda das normas da Constituição, a estrutura do estado e a organização dos órgãos estatais são regulamentadas, estabelecem relações entre o Estado e o indivíduo, são comuns e especificados em outros ramos do direito.

  • Avaliação: